Explorar. Inspirar
Artigo 14 Set 2021

Como converter riscos em oportunidades de reputação por meio do ativismo corporativo

Neste quarto e último capítulo da série «Resiliência», abordamos o desafio que representa a recuperação de uma crise de reputação, depois de resolvida a fase mais difícil, ou ainda a superação de um risco crónico, com efeitos persistentes na desvalorização de uma marca.

Nas duas situações, a resiliência reputacional é posta em prática enquanto pauta de conduta corporativa, e não apenas enquanto experiência conjuntural devida a um sucesso crucial. Trata-se de dois cenários de riscos para os quais não bastam reações mais ou menos oportunas face a sucessos pontuais. São necessárias mais orientações para os comportamentos, baseadas na ativação do propósito da marca no longo prazo. Orientações e padrões como os proporcionados pelo ativismo corporativo no sentido de reverter as ameaças à reputação e transformá-las em oportunidades de diferenciação.

DESCARREGAR
Iván Pino
Sócio e Diretor Sénior de Crises e Riscos
Jornalista, licenciado em Ciências da Informação pela Universidade Complutense de Madrid. Tem um mestrado em Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa pela UNED-UJI, com 20 anos de experiência em Comunicação e Reputação Corporativa. Especializado em Comunicação Digital. É coautor do livro Claves del nuevo Marketing. Cómo sacarle partido a la Web 2.0 (2009, Gestión 2000), e editor do primeiro e-book em espanhol sobre comunicação corporativa nos meios sociais: Tu Plan de Comunicación en Internet. Paso a Paso (2008). Além disso, é conferencista e professor do Programa Executivo de Customer Experience Management na IE Business School, de Comunicação Corporativa e Institucional na Universidade Carlos III, e do Mestrado em Comunicação Corporativa e Publicitária da Universidade Complutense de Madrid.

Queremos colaborar consigo

Procura resolver um desafio?

Quer fazer parte da nossa equipa?

Quer que participemos no seu próximo evento?