artigo 4 Mar 2020

PROCURA-SE TALENTO: AS OITO BASES DO EMPLOYER BRANDING

«Nenhuma empresa pode ser melhor ou pior do que as pessoas que a integram», afirmava o filósofo japonês Kaoru Ishikawa. E tinha razão. Na realidade, o capital humano é a base de todas as empresas  é um grande desafio recrutar pessoas qualificadas, talentosas e envolvidas com a empresa

60 %  Das empresas em que há rotatividade voluntária têm problemas para recrutar. Este número chega aos 95 % no caso das empresas tecnológicas ,em grande parte devido à escassez de pessoal qualificado e à elevada procura de certos perfis. Esta situação não é nova, nem o é a guerra pelo talento que os profissionais de RH enfrentam diariamente.

Na LLYC, colocamos a questão:que aspetos influenciam um candidato ao escolher uma empresa para trabalhar? Independentemente da situação profissional do candidato, e da situação do setor empresarial em questão, na LLYC, acreditamos que a perceção da marca, isto é, o conhecimento que o potencial funcionário tem da empresa, é fundamental no processo de tomada de decisão. Esta perceção é construída a partir de oito atributos que influenciam a capacidade das empresas de atrair talento.

      1. Prestígio e liderança. De facto, 50 % dos candidatos em Espanha afirmam que não trabalhariam numa empresa com má reputação, mesmo recebendo um aumento salarial . Além disso, a reputação da empresa é um motor de atração de talento jovem: os membros da Geração Z e os millennials dão mais valor à reputação da empresa do que as gerações mais antigas, como a Geração X e os boomers.
      2.  Imagem atrativaé construída com base em todas as perceções criadas a partir dos pontos de contacto da marca com o talento.
      3. Sensibilidade social. Envolvimento ambiental, inclusão, diversidade… Numa sociedade em constante mudança, os profissionais exigem que os empregadores estejam alinhados com os valores e as exigências da sociedade, e que sejam flexíveis e sensíveis à mudança.
      4. O discurso e a presença dos líderes A marca pessoal, a participação pública e os discursos dos líderes da organização afetam diretamente a perceção da empresa e, concretamente, o posicionamento da mesma como um bom lugar para se trabalhar.
      5. Recomendação de outros profissionais. Ninguém é melhor para atrair novo talento do que os profissionais que já trabalham na empresa; não só porque têm mais credibilidade, mas também porque têm o acesso. O capital relacional destas pessoas é composto por redes de profissionais com experiência semelhante, que comunicam em pé de igualdade e, portanto, confiam mais nas mensagens que recebem.
      6. Visão do futuro. Esta capacidade de antecipar o que aí vem e de inovar com base em novas tecnologias é fundamental para atrair o melhor talento.
      7. Setor de actividade. A saúde do setor económico de uma marca influencia diretamente a disposição do talento para trabalhar numa ou noutra empresa.
      8. Bem-estar do funcionário.O talento deve ser valorizado financeiramente. No entanto, além da remuneração, devem ser tidos em conta outros fatores que definem a proposta de valor ao funcionário, que são favorecidos na fase de seleção

      Descubra em profundidade quais são, em nossa opinião, as 8 chaves para o employer branding.

Bárbara Ruiz
Diretora Estudo Criativo
Especializada em “branding”, Bárbara Ruiz tem uma longa experiência em diferentes áreas (finanças, marketing e comércio exterior), o que lhe permitiu adotar uma visão holística sobre as empresas e suas marcas. Bárbara participou em vários projetos estratégicos para marcas como CaixaBank, LaLiga, Hitachi Cooling & Heating, Orange, Riu Hotels & Resorts, Foster’s Hollywood, Licor 43, Pernod Ricard, Ron Barceló, entre outras. Mestre em Gestão e Direção de Marcas realizado no MSMK, Bárbara teve ainda a possibilidade de ter estudado em universidades de grande prestígio, como a Fordham University (Nova Iorque EUA), Marquette University (Milwaukee, EUA), Johannes Kepler Universitat (Linz, Áustria) e Boston University (Boston, EUA). A sua licenciatura em Administração de Empresas foi concluída no ETEA (Córdoba, Espanha).
David González Natal
Líder da área de Consumer Engagement da LLYC em Espanha
Licenciado em jornalismo pela Facultad Complutense de Madrid e em Global CCO pela ESADE, David trabalhou em meios como o El Mundo ou o Cadena Ser, além de ter integrado o departamento de imprensa do Círculo de Bellas Artes de Madrid.Antes de liderar a área de Consumer Engagement na LLYC, foi responsável, durante sete anos, por campanhas do comunicação nacional para marcas como Heineken, Red Bull, Movistar ou Ron Barceló a partir do seu cargo de coordenador geral na agência Actúa Comunicación. Enquanto líder global da área, David coordena oito mercados na LLYC (Portugal, Espanha Colômbia, Argentina, México, Perú, Brasil e Panamá) e esteve à frente de projetos emblemáticos para a Campofrío, Coca-Cola, Telefónica, Gonvarri, Bezoya ou Sacyr. Entre os mais de 50 prémios obtidos pelos seus projetos, destacam-se im Leão de Cannes, dois Soles, vários Gold Stevie Awards, Communicator Awards, SABRE Awards, Mercury Awards e Premios Eikon.Natal é também professor de Storytelling no mestrado de Comunicação Corporativa da Universidad Carlos III e na Global CCO da ESADE, além de dar também aulas no Master of Visual and Digital Media da IE Business School e no mestrado de Comunicação Digital da Universidad de Cantabria.
María Obispo
Diretora da área de Talent Engagement
Licenciada em Jornalismo pela Universidade de Navarra, possui um PDD na IESE Business School e acumula mais de 10 anos de experiência em projetos de comunicação online. María Obispo trabalhou para companhias como Vocento e lainformación.com e, ao longo dos seus oito anos de experiência na LLYC, assessorou grandes empresas espanholas como Inditex, Gas Natural Fenosa, Caixabank, Campofrío e L’Oréal, entre outras. María é também professora de Comunicação Digital em centros como a Universidade de Cantabria, a Universidade Carlos III e a Escola Européia de Negócios, entre outros.

Queremos colaborar consigo

Procura resolver um desafio?

Quer fazer parte da nossa equipa?

Quer que participemos no seu próximo evento?